Porque crianças deveriam aprender com uma segunda língua na escola – Pan American School

Alunos

Os alunos podem ingressar em nossa escola a partir dos três anos de idade.

Matrículas

Nossa Equipe

Se você acredita que pode fazer um mundo melhor como educador, aqui é seu lugar.

Trabalhe conosco

Expats

Nos estamos ansiosos em recebé-lo aqui em Porto Alegre!

Mais informações

Porque crianças deveriam aprender com uma segunda língua na escola

Áreas do conhecimento, como a cognitiva e social, podem ter um aproveitamento melhor com a exposição a dois idiomas.​

​Há algum tempo, instituições e especialistas que defendem o bilinguismo na infância indicam que crianças se desenvolvem melhor com este tipo de aprendizado. Os principais ganhos estimados são nas áreas cognitiva e social, com mais concentração e criatividade pelo acesso à informação, além da bagagem cultural e oportunidades ao longo da vida.

Um estudo feito pelas instituições Concordia University, York University e Université de Provence aponta nesta direção. A pesquisa, publicada em 2011 no Journal of Experimental Child Psychology, mostrou que as crianças bilíngues não confundem os dois idiomas – um receio comum quando os pais tomam esta decisão. Pelo contrário, demonstram mais foco em tarefas e atenção melhor em comparação com monolíngues da mesma faixa etária. A coordenadora da experiência interpretou o resultado com uma explicação simples: as crianças bilíngues se acostumam a prestar atenção nas diferenças entre as línguas que conhecem, tanto para ouvir quanto para se expressar.

Na Pan American School (PAS) de Porto Alegre, os alunos são expostos a atividades com colegas de idades, culturas e conhecimentos distintos entre si, o que é naturalmente estimulado pelo convívio com estudantes vindos de vários países. Isto fortalece um princípio importante para a escola: o respeito às diferenças. Segundo a conselheira da Pré-escola, Alethea Soares, este nível de convívio aumenta a curiosidade sobre aspectos que vão além
do que as crianças estão acostumadas a ver e entender.

“Acreditamos que pode ser muito útil para o processo de aprendizado, já que ajuda a criar uma atmosfera de alta tolerância com opiniões e crenças divergentes. Promove uma mentalidade internacional no presente e, especialmente, para o futuro”, comenta.

O papel do Aconselhamento

A PAS de Porto Alegre tem um Programa de Aconselhamento, focado na aprendizagem socioemocional (SEL). O objetivo é mostrar aos alunos não apenas como comunicar-se bem com colegas e adultos, mas também incentivá-los a expressar sentimentos, resolver problemas, trabalhar melhor seus relacionamentos e desenvolver empatia. O acompanhamento começa na Pré-escola e vai até as séries finais, com uma equipe de
conselheiros preparada para para acompanhar as mudanças de idade, comportamento e interação com o ambiente escolar.

“Estamos cientes de como isso é importante na primeira infância, quando o cérebro e a personalidade ainda estão se desenvolvendo. Acreditamos que se nossos alunos souberem se expressar e tiverem um bom ambiente para fazer isso, eles terão chances maiores de se transformar em seres humanos gentis, equilibrados, reflexivos e empáticos”, completa Alethea.